Entrevista de emprego:
dicas e tudo o que você precisa saber para se dar bem!

Em um país como Brasil, onde a falta de trabalho é uma realidade cruel, submeter-se a uma entrevista de emprego não é uma situação cômoda, afinal, há dezenas de pessoas inscritas para a vaga o que faz com que as empresas fiquem mais criteriosas na seleção. Talvez isso explique o porquê de tanta insegurança na hora de responder às perguntas do recrutador. 

Verdade seja dita: você pode ter anos de experiência no mercado de trabalho ou ser marinheiro de primeira viagem, como diversos jovens à procura de um programa de estágio, por exemplo, mas quando o assunto é emprego, independente da idade, a ansiedade e as dúvidas com relação à etapa de entrevista serão sempre as mesmas.

 

Com que roupa ir? O que falar? Será que vale a pena ensaiar algumas respostas? Dúvidas e mais dúvidas, por isso, preparar-se para esta importante etapa do processo seletivo é essencial para manter a tranquilidade e não fazer feio na hora de estar cara a cara com o recrutador.

Índice:

 

Mas, para que serve uma entrevista de emprego?

Basicamente, uma entrevista de emprego, nos tempos atuais, não serve apenas para preenchimento de vaga.

Ela serve, acima de qualquer coisa, para descobrir pessoas capacitadas, com propósitos, valores e atitudes que condizem com o perfil da empresa.

Desse modo, para optar por uma determinada pessoa para o cargo, é preciso haver assertividade por parte do recrutador para que, assim, não haja nenhum prejuízo tanto para a empresa quanto para o trabalhador.

 

A primeira impressão é a que abre a primeira porta!

Você possui seus anos e anos de experiência no ramo de trabalho, tem conhecimento profundo sobre aquela ferramenta e arrebenta no relacionamento profissional. Porém, se não estiver com um currículo que mostre realmente suas habilidades, de nada adiantará.

Lembre-se que a preparação para quem busca uma vaga de emprego vai além de decorar algumas perguntas e respostas!

Primeiro, você precisa chamar a atenção daquele recrutador em meio a tantos currículos que recebe diariamente.

Por isso, capriche no SEU currículo, coloque realmente suas habilidades e conhecimentos profissionais. Seja direto e objetivo, verifique a ortografia, veja se está de acordo com a vaga que procura e boa sorte!

É através do que você coloca neste documento que será norteada a sua entrevista de emprego. E assim, a largada para a tão sonhada vaga que tanto almeja.

 

 

Tranquilidade e segurança.

Sim, sabemos que é difícil controlar esses dois sentimentos às vésperas de uma tão sonhada entrevista.

 

Mas trabalhar a mente é essencial para se sair bem, até porque, você sabe que é capaz e quer muito fazer parte daquele time de colaboradores.

Procure dormir cedo e tente algo como meditação, respiração profunda ou uma leitura leve que faça você relaxar.

 

Procure também ver com certa naturalidade esse “frio na barriga” que antecede a entrevista de emprego, afinal a situação denota um clima de avaliação que, ao longo da conversa com o recrutador pode ser muito bem superada.

 

O dia da entrevista chegou. E aí?

Muita calma nesta hora, literalmente. Se você se preparou, não tem o que temer. Basta manter a tranquilidade para que a entrevista possa fluir mais do que o seu nervosismo.

Jamais chegue atrasado, isso mostra desorganização e falta de comprometimento com horários.

Programe sua rota, pesquise o local onde acontecerá a entrevista com antecedência, faça uma refeição leve e tente chegar com pelo menos 20 minutos antes do horário marcado.

 

Mas, com que roupa eu vou?

Outra dúvida frequente é sempre com relação ao vestuário. O que vestir em uma entrevista de emprego?

Se a vaga que você procura é de gerência, diretoria, onde o traje social é bem-vindo, procure encontrar um meio termo entre o social e casual.

Para as mulheres, não exagere na maquiagem, nem no decote e nem no comprimento da saia: calças sociais ou alfaiataria, camisa e sapato fechado é sempre um coringa para estar bem vestida em qualquer entrevista de emprego.

Para homens, calça social e camisa ou calça jeans tradicional e camisa são sempre peças-chave para a ocasião.

Caso a sua área de trabalho seja mais despojada, pode até ir de camiseta, mas atente-se ao estilo dela.

Opte por algo sempre mais clássico em tons neutros e básico que a chance de errar é mínima. O que deve chamar a atenção é a sua experiência profissional para contribuir com o crescimento da empresa.

E nem precisamos falar de higiene pessoal, né? Banho em dia, cabelo arrumado e penteado, dentes escovados, unhas cortadas e limpas, barba feita ou bem aparada e roupa bem passada para não deixar uma impressão estranha logo na primeira conversa com o avaliador.

 

Qual a melhor postura diante de uma entrevista de emprego?

Você está indo para uma avaliação profissional, portanto, atente-se em como se portar e o que não dizer!

Sim! Isso mesmo: o que não dizer, pois acontece de a pessoa sair falando demais sobre a vida pessoal, contar histórias muito particulares ou até mesmo dar gargalhadas exageradas.

Algumas perguntas sobre sua rotina diária sempre vai existir, faz parte do processo, mas o bom senso deve prevalecer neste momento, pois o objetivo de uma entrevista de emprego não é fazer amigos, ok?

Jamais tente esconder a sua personalidade, mas evite exageros. Você precisa mostrar nesse momento o seu potencial profissional para que o recrutador avalie se o seu perfil se adequa à política da empresa.

Confira no vídeo abaixo 6 dicas de entrevista de emprego que vão te ajudar a se sair muito bem:

 

Método STAR

Muito conhecido no meio de recrutamento o Método STAR é aplicado por muitos candidatos nas entrevistas de emprego.

Trata-se de uma formulação de resposta lógica, dividida em quatro etapas: Situação, Tarefa, Ação e Resultado. Confira abaixo a definição de cada uma delas:

SITUAÇÃO - Evento ocorrido no passado. Para o tema em questão: seu antigo emprego;

TAREFA - Principais tarefas desempenhadas, além de funções e responsabilidades;

AÇÃO - Decisões tomadas ao desempenhar suas funções;

RESULTADO - Destacar os resultados obtidos, a partir de suas ações;
 

 

O Método STAR, quando aplicado em uma entrevista de emprego, possibilita ao candidato uma chance maior de se destacar no processo seletivo.

Por isso, o ideal é sempre se antecipar e levantar as possíveis perguntas do recrutador e, deste modo, treinar suas respostas utilizando a respectiva técnica.

Um exemplo que pode ser seguido é levar em conta questões como “como você lida com os conflitos no ambiente de trabalho?” ou então “Quais os principais desafios na última empresa que trabalhou?”

 

Entrevista de emprego - perguntas e respostas

Além das dicas acima, é sempre legal estar preparado para algumas perguntas-chave que normalmente o RH faz durante uma entrevista de emprego.

Pensar no que vai responder e treinar a melhor forma de responder te deixará mais tranquilo e seguro neste momento.

Veja abaixo algumas perguntas “clichês” que sempre são feitas:

Fale um pouco sobre você

O tópico anterior explica bem como você deve responder a esta pergunta, sempre de forma franca, objetiva e com foco na . Imagina já no início da entrevista você falar que curte uma balada e bebedeira com os amigos no final de semana? É uma resposta que não se adequa ao momento e pode levar sua candidatura por água baixo.

Cite “x” defeitos sobre você

Essa aparece em 10 de 10 entrevistas. Aqui, o recrutador quer entender a sua capacidade de enxergar e compreender seus próprios defeitos e como você se esforça para minimizá-los. Resumindo: ao falar dos defeitos, enfatize o que você tem feito para melhorar. A ideia é sempre focar na solução e não no problema em si. Assim, em vez de destacar que é uma pessoa muito ansiosa, é aconselhável destacar o que você faz para controlar a ansiedade.

Fale-me sobre suas qualidades

Este é o momento, caro candidato ou candidata! Você tem a oportunidade de falar bem sobre você, suas potencialidades, no que você se destaca, almeja, pontos positivos, enfim... sempre com a cautela de não parecer uma pessoa esnobe ou que “se acha”. Mais uma vez, responda ao que foi perguntado e lembre-se que menos é mais e a discrição faz parte desta etapa do jogo.

Como você se vê daqui 5 anos?

“Não sei nem o que comi no almoço, como vou saber o que vou ser daqui 10 anos?” Esta é a clássica pergunta que deixa a gente embaraçado na entrevista. Reflita antes de sair de casa sobre realmente o que gostaria de conquistar neste período, é importante estabelecer metas pessoais e profissionais e compartilhar com o recrutador de forma simples e objetiva.

Por que a empresa deve contratar você?

Mais uma oportunidade de você explorar seus pontos fortes e mostrar o seu diferencial dentre tantos outros currículos. Alinhe o seu discurso também com a política da empresa, aquela pesquisada básica sobre a missão, visão e valores vão te ajudar a entender melhor o funcionamento da Companhia e o que ela realmente espera do profissional.

Qual a sua pretensão salarial?

Muitas pessoas ficam receosas ao ouvirem essa pergunta que, geralmente, é feita no final da . E isto porque têm medo de estragarem tudo ao passar um valor “alto demais”. O interessante é que o candidato não seja muito enfático com relação a salário, dizendo que só trabalha pelo valor X e ponto final. Procure apresentar uma média de salário que você trabalhou nos últimos empregos, e o que gostaria de ganhar. Mas, principalmente, que está aberto à negociação, já que seu interesse é na oportunidade como um todo.

 

Entrevista de emprego em inglês. E agora?

Se a vaga para qual você se candidatou exige uma entrevista em inglês, prepare-se para que o nervosismo não tome conta de você neste momento.

Primeiramente, se o inglês ou qualquer outra língua é essencial nesta oportunidade de trabalho, candidate-se apenas se você tem certeza de que domina também o outro idioma.

Prepare-se antecipadamente para responder em inglês aquelas perguntinhas que nunca faltam. Veja alguns exemplos abaixo:

Tell me about yourself.

(Fale sobre você)

What are your weaknesses and strengths?

(quais são as suas fraquezas e pontos fortes?)

What are your best accomplishments?

(Quais são suas maiores conquistas?)

Tell me about your education background. 

(Conte-me sobre sua formação)

Why do you think you’re suited for this position?

(por que acha que é adequado para essa vaga?)

Você ainda pode se destacar na sua entrevista de emprego em inglês utilizando vocabulários técnicos e específicos da área que atua, isso mostra um conhecimento a mais na sua área e que você usa o idioma também durante sua rotina de trabalho.

Mantenha a calma e simule uma entrevista em inglês. Isso lhe dará mais segurança na hora de falar em outro idioma na frente do recrutador.

 

Como saber se me saí bem na entrevista de emprego?

É muito comum o recrutador, no final da entrevista, deixar claro que entrará em contato.

Acontece que muitas vezes isso pode gerar uma baita ansiedade no candidato, principalmente se a conversa fluiu maravilhosamente bem.

No entanto, é interessante ter em mente que independentemente se você participou de um processo seletivo para ser Trainee, Estagiário ou um Emprego Convencional, dependendo do que você fizer pode não ser tido como algo bacana. Ou seja, ficar enviando e-mail ou ligando na empresa não é a solução mais adequada.

Antes de qualquer coisa, é necessário estar certo se o recrutador deixou na conversa espaço ou não para um novo contato.

É claro que você pode enviar um e-mail de agradecimento pela oportunidade oferecida e, apesar da agonia em ter uma resposta rápida, procure ser o mais objetivo possível com as palavras, sempre se colocando à disposição para mais esclarecimentos.

A verdade é que, depois de uma entrevista de emprego, mesmo que você sentiu que foi sensacional, não tem como saber com certeza se a vaga já é sua...

Sim, isso é desesperador... No entanto há alguns sinais que indicam se você mandou bem e, até quem sabe, conseguiu uma aprovação! Veja algumas delas no vídeos abaixo:

Agora é com você! Controle a ansiedade, descanse e consulte essas dicas sempre que necessário para ter um excelente desempenho em sua entrevista de emprego.

E mesmo que o resultado não foi o esperado, a dica é sempre seguir em frente! Por isso, continue se candidatando em outros processos seletivos e dando o seu melhor, pois quando menos esperar alguém entrará em contato para dizer a frase mais aguardada: “A vaga é sua!”

Alguns processos seletivos abertos:

 

Abaixo separamos alguns processos seletivos que você pode ter interesse, caso queira ver mais acesse nossa página exclusiva de estágios e trainees

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload